Você está em: Fitness | Exercite os músculos do amor
Subscreva já a nossa newsletter
Não deve retirar da sua alimentação alimentos como, a carne, o peixe, porque estes contêm gorduras essenciais ao nosso organismo.
Exercite os músculos do amor

Sabia que é possivel exercitar músculos importantes no acto sexual? Os exercícios são muito simples. Porque não experimenta?
Existem pequenos truques que o podem ajudar a trabalhar directamente os músculos que exercita durante o acto sexual, sem que para isso tenha de ir ao ginásio.
Arnold Kegel, um ginecologista americano desenvolveu uma técnica que tinha como objectivo ajudar as mulheres com problemas de incontinência, através da contracção dos músculos pélvicos, mais especificamente um grupo muscular denominado de pubococcígeos (situa-se entre o osso púbico e o cóccix).
Embora esta técnica tenha tido enorme sucesso, o Dr. Kegel descobriu também que estes exercícios aumentavam a performance sexual das pacientes proporcionando mais e melhores orgasmos.
Embora o método tenha sido pensado para mulheres, a verdade é que também proporciona um aumento significativo da performance sexual nos homens, podendo pois ser praticado por ambos os sexos, em qualquer local, a qualquer altura... e sem que ninguém dê por isso!
O primeiro passo é localizar os referidos músculos. Quando estiver na casa de banho tente suster o fluxo de urina (sem contrair as pernas ou as nádegas). Já descobriu? Pois é... agora é só começar a treiná-lo:

INCIAL:

- Contraia o músculo (e conte até 5)
- Relaxe (não mais de 10 segundos)
- Repita 5 vezes

INTERMÉDIO:

- Contraia o músculo (e conte até 20)
- Relaxe (não mais de 10 segundos)
- Repita 10 vezes

AVANÇADO:

- Contraia o músculo repetidas vezes o mais rapidamente possível durante 15 segundos.
- Relaxe
- Repita esta técnica 5 vezes
- Se estiver deitado, pode combinar esta técnica com a contracção dos músculos abdominais.

Este exercício pode ser repetido várias vezes ao dia, mas inicialmente não abuse. Como todos os outros músculos, precisa de tempo e persistência para ver os resultados. Ao fim de 3 a 4 semanas já começará a ver os resultados. Agora, toca a exercitar!

 
Imprimir este artigo 
Enviar artigo por email 
Homepage