Você está em: Dietas de muito baixas calorias
Subscreva já a nossa newsletter
Tente treinar sempre com companhia.
Dietas de muito baixas calorias

Para quem quer perder peso rapidamente e não se importa de fazer alguns sacrifícios, as dietas de muito baixas calorias são a solução mais rápida.
Se quer perder rapidamente alguns quilos e a sua saúde o permite, uma dieta de muito baixas calorias é aquela que, à partida, garante mais resultados. As dietas de muito baixas calorias fornecem 400 a 800 calorias por dia sob a forma de alimentos regulares ou sob a forma de preparados líquidos, geralmente com o aspecto de batidos.

As dietas de muito baixas calorias não devem durar mais do que três meses e são programadas de modo a fornecer uma quantidade adequada de proteínas, vitaminas e minerais e uma quantidade mínima de carbohidratos e gorduras. As fórmulas líquidas poderão incluir já os suplementos vitamínicos e minerais necessários. Quando se recorre a alimentos regulares deverá ser incluída na dieta um suplemento vitamínico e mineral que compense o deficit da alimentação. Quem segue esta dieta deverá ingerir pelo menos dois litros de água por dia.

Após os três meses de dieta é necessário passar por um período de realimentação gradual seguido de uma dieta equilibrada restrita em calorias de modo a não ganhar de novo o peso perdido.

È muito aconselhável que, antes da dieta, se consulte um médico para avaliar o estado geral de saúde. As dietas de muito baixas calorias não poderão ser realizadas por indivíduos com diabetes, problemas de coração, doença hepática ou renal ou problemas psicológicos graves. Não devem ainda ser realizadas por mulheres grávidas ou que amamentam, crianças, adolescentes ou idosos.

Embora este tipo de dieta seja aquele que garante uma perda mais rápida de peso é também o que exige um maior acompanhamento pois é muito fácil ganhar de novo o peso perdido. Após a dieta é necessário alterar os hábitos alimentares para não voltar de novo ao peso inicial.


Tipos de dietas de muito baixas calorias

Qualquer dieta em que se ingira menos de 800 calorias por dia cai nesta categoria. Como seria de esperar, existem variados planos de dietas de baixas calorias, alguns deles disponíveis sob a forma comercial, outros que podem ser encontrados em livros de referência e ainda outros que se propagam boca a boca um pouco sob a forma de mitos. Nem todas as dietas de muito baixas calorias são equivalentes.

Uma dieta que o único alimento ingerido sejam 5 bananas diárias durante 3 meses cai na definição de dieta de muito baixas calorias, no entanto é muito prejudicial à saúde devido a não fornecer o aporte proteico vitamínico e mineral mínimo pelo que não nos ocuparemos deste tipo de dietas.

No nosso ponto de vista as dietas de muito baixas calorias deverão ser ricas em proteína. Poderão ou não ter alguma quantidade de carbohidratos e gordura mas terão sempre de ter proteína suficiente para evitar o recurso à matéria magra corporal como fonte de energia. Caso contrário, a perca de peso será devida à perca de massa muscular e não de gordura.

As dietas de muito baixas calorias ricas em proteína são eficazes por muitos motivos. Por um lado, a diminuição da ingestão de carbohidratos e gorduras permite a redução do número de calorias ingerido e obriga o corpo humano a utilizar as suas reservas energéticas, por outro os níveis de insulina em circulação tornam-se mais baixos numa dieta pobre em carbohidratos, e deste modo, promovem a cetose e o uso de gordura como fonte de energia. O facto da maior parte das calorias fornecidas serem de origem proteica tem a vantagem de poupar a massa corporal magra que corre o risco de ser parcialmente perdida com a restrição calórica. As dietas de emagrecimento devem fornecer pelo menos 0.8 a 1.5 gramas de proteína por kilo de peso e por dia.

Artigos relacionados:
 Introdução à perda de peso
 Dieta Fitpassion de 800 calorias








Imprimir este artigo 
Enviar artigo por email 
Homepage